Três casas na Vila Mariana são tombadas

O Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo (Conpresp) tombou ontem as casas de números 189, 195 e 201 da Rua Inácio Uchoa, na Vila Mariana, zona sul. As residências são consideradas umas das últimas remanescentes na cidade do estilo art nouveau - movimento surgido no fim do século 19 que mesclava formas, arabescos e curvas inspiradas no mundo vegetal.

Rodrigo Brancatelli, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2011 | 00h00

O órgão também abriu processo para tombar outros dois locais no bairro: o Mosteiro da Visitação de Nossa Senhora da Paróquia de Santa Rita de Cássia e a área formada pelo Reservatório e Largo da Caixa D"Água da Vila Mariana. De acordo com o Conpresp, os dois locais "configuram paisagens que guardam características do início da urbanização da área, nos primórdios do século 20, de importância local, para o bairro da Vila Mariana e consequentemente para a cidade".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.