Trens atrasam e plataformas lotam na Linha 9-Esmeralda

Na manhã de ontem, intervalo de composições no ramal da Marginal do Pinheiros dobrou; CPTM nega problema

JULIANA DEODORO, ESPECIAL PARA O ESTADO , GHEISA LESSA , O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2012 | 03h01

No dia seguinte à pane no abastecimento de energia da Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que fez os trens operarem com intervalos maiores durante 30 horas, os usuários ainda enfrentaram problemas. As reclamações: demora de uma composição para outra e lotação das plataformas.

A Linha 9 liga Osasco, na Grande São Paulo, ao Grajaú, na zona sul, trajeto que, segundo a CPTM, leva em média 45 minutos. "Isso levou hoje só até a Estação Cidade Jardim", diz o estagiário Luiz Eduardo Aparecido de Souza - a parada é a sétima do percurso, que tem 18. "Ontem, a primeira composição chegou à plataforma (da Estação Osasco) às 7h21 e saiu às 7h36. A outra chegou logo em seguida e só saiu às 7h43. Eles esperam o trem ficar abarrotado. Os funcionários não explicam o que está ocorrendo, dizem que outro trem já vem chegando logo atrás", relatou.

Segundo a CPTM, o intervalo normal de trens na Linha 9-Esmeralda é de 7 minutos nos dias úteis. Na manhã de ontem, os passageiros chegaram a esperar pelo menos 15 minutos.

Apesar do relato de Souza, a Assessoria de Imprensa da companhia afirmou que a operação dos trens da Linha 9 aconteceu sem nenhum problema ontem. A CPTM informou ainda que atrasos rotineiros podem ocorrer "quando há um grande número de usuários nas plataformas e os funcionários têm dificuldade em fechar as portas dos trens".

Para a CPTM, isso pode causar atrasos entre um trem e outro. "Mas nada além do normal aconteceu hoje (ontem)", garantiu a companhia. Nenhuma reclamação teria sido registrada também na Central de Atendimento ao Usuário da empresa.

Virada. Durante a 8.ª Virada Cultural, que começa às 18 horas de hoje e termina às 18 horas de domingo, os trens funcionarão sem parar. O intervalo médio entre as composições será de 20 minutos e todas as paradas estarão abertas para embarque e desembarque. As estações do metrô também vão funcionar de forma ininterrupta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.