Trem da CPTM descarrila e aumenta intervalo entre vagões

Composição estava vazia e acidente não deixa feridos; passageiros esperam 20 minutos nas estações

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

23 de novembro de 2007 | 11h25

Uma composição da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) descarrilou na manhã desta sexta-feira, 23 nas imediações da Estação Arthur Alvim, na zona leste de São Paulo. De acordo com a CPTM, o acidente aconteceu por volta das 8h55 e a composição estava vazia; ninguém ficou ferido no acidente. O trem, que estava na Linha E (Luz/Estudantes), apresentou um problema em um dos rodeiros, que saiu dos trilhos, mas não tombou. A CPTM montou um desvio no local e os intervalos entre os trens precisou ser aumentado em razão do descarrilamento. A circulação na linha, no entanto, não precisou ser interrompida. Desde às 9 horas, os trens circulam com intervalo de 20 minutos. Nos horários de menor movimento, das 9 horas às 17 horas, esse intervalo na linha é de 12 minutos. Equipes de manutenção da empresa continuavam no local.

Tudo o que sabemos sobre:
CPTM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.