Trechos da denúncia

"A doutora (...) é mais comedida nas palavras dela porque tem filho pequeno, já sofreu inúmeras ameaças, eu também já sofri...

O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2012 | 03h04

Nós temos a visão de que somos alvo, a gente incomoda muita gente. Nós viemos de uma cidade pequena, pouco fiscalizada ou nada fiscalizada, onde a própria Corregedoria de São Sebastião são os próprios colegas que cometem os crimes. E eles não vão punir os amigos deles que fazem churrasco no fim de semana na mesma casa. Eu estou falando isso porque eu conheço a realidade. Eu vim do meio da polícia. Eu sei como funciona."

"Existem dois policiais na nossa cidade (por exemplo) e se os senhores tiverem a curiosidade de ir até Caraguatatuba e pedir 10 processos em nome dessa pessoa, os srs. constatarão que o histórico de todos os flagrantes é rigorosamente igual, incluindo aí os erros de português. (...)E andam com drogas dentro da viatura de forma descarada. Ninguém pega nada."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.