Trecho Norte terá a licença mais rápida

Mesmo apontado como o projeto com os maiores entraves ambientais do Estado de São Paulo, o Trecho Norte do Rodoanel deve bater o recorde de tempo para a obtenção da licença prévia ambiental - que autoriza o início da obra - em relação aos demais trechos. Se o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima) for aprovado no próximo dia 21 pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema), como confia o governador Geraldo Alckmin (PSDB), o processo de análise do documento será concluído em 9 meses. A análise para as obras do Trecho Oeste, por exemplo, levou 5 anos.

Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2011 | 00h00

Para o presidente da Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), Laurence Casagrande Lourenço, responsável pela obra, a empresa aprimorou os processos. "O empreendimento melhorou, por isso vai ser mais rápido. Demos agora um salto também na área social, além da ambiental", disse ele. Ontem, o Estado revelou o programa de remoções dos atingidos pelo trajeto. A estimativa é que sejam 4,1 mil famílias - 2,1 com imóveis regulares e 2 mil que não têm escritura. A Dersa reserva R$ 723 milhões para o programa.

Se o cronograma for mantido, o Trecho Norte fica pronto antes do fim do mandato de Alckmin - assim como a parte Leste, cuja licença demorou 18 meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.