MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO
MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Trecho Leste do Rodoanel é concluído com 15 meses de atraso

Trajeto final, entre as Rodovias Ayrton Senna e Presidente Dutra, será inaugurado nesta sexta-feira; obra foi iniciada em 2011

Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

26 Junho 2015 | 03h00

SÃO PAULO - Com um ano e três meses de atraso, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) inaugura nesta sexta-feira, 26, os últimos 5 quilômetros do Trecho Leste do Rodoanel, ligando as Rodovias Ayrton Senna e Dutra. Iniciada em 2011, a construção dos 43,8 quilômetros que conectam as duas vias ao Trecho Sul do anel viário, em Mauá, deveria ter sido concluída em março de 2014 pela concessionária SPMar, mas foi entregue incompleta (até a Ayrton Senna) em julho do ano passado.

A finalização da terceira e penúltima alça do Rodoanel até a Dutra (o Trecho Norte está previsto para junho de 2017) fará com que, pela primeira vez, as dez principais estradas que desembocam na Grande São Paulo (Anhanguera, Bandeirantes, Castelo Branco, Raposo Tavares, Régis Bittencourt, Imigrantes, Anchieta, Ayrton Senna, Dutra e Fernão Dias) estejam interligadas. No caso da Fernão Dias, o acesso pode ser feito pela Dutra até a conclusão do Trecho Norte do Rodoanel.

Segundo a SPMar, a entrega do percurso até a Dutra permitirá que mais de 19 mil caminhões que estão só de passagem por São Paulo possam chegar a outras rodovias sem precisar entrar na cidade, aliviando o trânsito, principalmente das Marginais do Tietê e do Pinheiros. Estima-se que o tempo de viagem entre o Porto de Santos e o Aeroporto de Guarulhos fique 30% menor a partir de agora.

A concessionária disse que o atraso na entrega da obra (que custou cerca de R$ 3,6 bilhões) deveu-se principalmente à demora na aprovação do entroncamento da alça com a Dutra, em Arujá, pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), responsável pela área.

O contrato de concessão do Trecho Leste prevê multa de aproximadamente R$ 411 mil por dia de atraso. Segundo a Agência Reguladora de Transportes de São Paulo (Artesp), que fiscaliza as concessionárias, o cálculo para a aplicação da multa é feito com base no porcentual de obra não concluído dentro de um cronograma previamente estabelecido em contrato. O valor final da sanção ainda será apurado.

Pedágio. Com a conclusão do Trecho Leste, motoristas que trafegam pela Dutra, no sentido Rio, e quiserem entrar no anel viário estadual terão de pagar pedágio de R$ 2,70 para a CCR Nova Dutra. Será o segundo pedágio para entrar no Rodoanel - um já funciona na praça da Rodovia dos Imigrantes, no acesso ao Trecho Sul, que também é administrado pela SPMar. Ao todo, o Trecho Leste terá seis praças de pedágio, com tarifa de R$ 2,10, mas o início da cobrança ainda será definido pela agência reguladora.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Rodoanel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.