Trecho de prédio é interditado no Morumbi após deslizamento

Garagem e área de lazer estão bloqueados para os moradores; condomínio terá de fazer muro em dois dias

Fabiana Marchezi, Central de Notícias

08 de outubro de 2009 | 17h02

 

SÃO PAULO - Após vistoria, a Subprefeitura do Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, interditou, na tarde desta quinta-feira, 8, parte do segundo pavimento da garagem e a área de lazer do prédio onde um muro desabou durante a madrugada no bairro do Morumbi. Os responsáveis pelo condomínio, localizado na altura do número 1.300 da Rua Doutor Luis Migliano, foram intimados a iniciar a execução de um muro de arrimo no local dentro do prazo de 48 horas.

 

De acordo com a subprefeitura, o desmoronamento, que aconteceu por volta das 2 horas, foi provocado por uma infiltração de água e causou a obstrução da via pública. Ninguém ficou ferido. A Policia civil inspecionou a área e funcionários da subprefeitura já executaram remoção de entulho e fizeram a lavagem do local. O trânsito na rua já foi liberado pela Companhia de Engenharia de Tráfego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.