Trecho da CPTM fica interditado após chuvas em São Paulo

Mau tempo fez com que britas se deslocassem dos trilhos entre estações Botujuru e Jundiaí, na linha 7 - Rubi

Solange Spigliatti, estadao.com.br

09 Fevereiro 2009 | 08h35

A circulação de trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) no trecho entre as estações Botujuru e Jundiaí, na extensão da Linha 7- Rubi (Luz - Francisco Morato), continuava interditada na manhã desta segunda-feira, 9. As fortes chuvas que atingiram as regiões entre Botujuru e Campo Limpo Paulista, na tarde deste domingo, 8, deslocaram as pedras (britas) que ficam sob os trilhos, em um trecho de aproximadamente 100 metros entre as estações Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista, impossibilitando a circulação das composições. O mesmo problema foi detectado entre Botujuru e Campo Limpo Paulista.  Técnicos da empresa passaram a noite no local para solucionar o problema mas ainda não há previsão de normalização, segundo a CPTM. A empresa acionou a operação Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese), solicitando à Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) ônibus para atenderem aos usuários daquela região.

Mais conteúdo sobre:
CPTMtremEMTUchuva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.