Travesti é morto a tiros em São Bernardo do Campo-SP

Segundo outro travesti, que também foi baleado mas sobreviveu, assassino teria sido assaltado no local pouco tempo antes e voltou para se vingar

Bruno Lupion, do estadão.com.br

06 de julho de 2010 | 07h54

 

SÃO PAULO - Um travesti foi assassinado com quatro tiros em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo, na madrugada desta terça-feira, 6, por volta da 1h30. Ele era de Minas Gerais e tinha chegado há um mês na cidade. O criminoso também baleou outro travesti no pescoço, que escapou com vida. Eles teriam sido atacados por um homem que foi assaltado no mesmo local e voltou para se vingar.

 

O sobrevivente disse à polícia que estava na esquina das ruas Pedro Setti e Caetano Zanella, onde costuma se prostituir, quando um homem em uma moto amarela apareceu atirando. Segundo ele, o mesmo havia sido roubado às 22 horas naquele local, por outros dois travestis. O assassino o baleou no pescoço e começou a perseguir seu colega, que foi atingido no peito, no pescoço e duas vezes nas costas. A vítima chegou a correr por vários metros, mas caiu ao lado de uma banca de jornais. Ele estava sem documentos e não havia sido identificado até a manhã desta terça-feira.

 

O travesti que sobreviveu é de Fortaleza, Ceará, e se mudou há duas semanas para São Bernardo do Campo. Ele não corre risco de vida e está internado no pronto-socorro Central da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.