Transtornos aumentaram

CONGESTIONAMENTO NO PARAÍSO

O Estado de S.Paulo

10 Abril 2012 | 03h02

Para auxiliar quem quer entrar na Rua Chuí e descer a Rua do Paraíso, a CET instalou um semáforo para virar à direita. Mas quem quer seguir em frente tem de esperar os carros virarem e outra abertura do semáforo, já que não há como ultrapassar pela direita. O ideal seria proibir o estacionamento na quadra à direita, em tempo integral. Como as filas para subir a Rua do Paraíso se intensificaram, há congestionamento até em horários em que não havia antes. Para evitar a Rua Chuí e os transtornos, os motoristas estão usando um atalho nas Ruas Armando Ferrentini e Artur Saboia. Mas essas ruas são extremamente estreitas. Sem falar na presença constante de caçambas. Eu mesmo já presenciei carros batendo espelhos, motoristas discutindo e, com isso, mais trânsito. Também seria bom proibir o estacionamento em um dos lados da Artur Saboia e na parte mais estreita da Armando Ferrentini.

MARCUS COLTRO / SÃO PAULO

A CET esclarece que o semáforo instalado no cruzamento da Rua do Paraíso com a Rua Chuí tem o objetivo de favorecer a travessia dos pedestres, em virtude do aumento da demanda, organizando ainda os fluxos veiculares. O equipamento continua em processo de avaliação e revisão de seus tempos, objetivando melhor atender à distribuição dos fluxos veiculares existentes. A CET informa que foi elaborado um projeto que prevê a manutenção da sinalização que regulamenta o estacionamento na Rua Chuí, próximo à Rua do Paraíso.

O leitor reclama: Não responderam quanto ao estacionamento das Ruas Artur Saboia e Armando Ferrentini. O trânsito vai piorar com o passar do tempo, se nada for feito!

TVA - PRECARIEDADE

A cada dia um problema

Estou há vários dias sem poder usar a minha TV, por problemas com a TVA. Já vieram 8 técnicos diferentes e nenhum deles trouxe o equipamento correto para consertar o aparelho. O último não tinha nenhuma experiência e informou que o cabo HDMI e o decodificador estavam com defeito, mas a empresa não tinha outro para trocar. Estou com esse problema por causa da incompetência da TVA e não pretendo pagar por um serviço que não funciona.

SÍLVIA JARNE / SÃO PAULO

A TVA informa que o serviço

voltou a funcionar e não precisou da intervenção de um técnico. Quanto ao atendimento prestado, a TVA pede desculpa pelos

transtornos causados.

A leitora relata: A minha reclamação foi parcialmente atendida. Como o técnico enviado não tinha experiência, ele colocou um cabo extra para ligar o decodificador à minha TV. Mas, ao fazer esse serviço, ele desconectou o home theater, causando danos irreparáveis. Levei à assistência técnica e fui informada de que não há conserto. Entrei em contato com a empresa e ainda aguardo uma resposta.

GRUPO ANHANGUERA

Reembolso negado

Paguei a matrícula e duas mensalidades de R$ 499,99 cada uma na Faculdade Anhanguera. Por causa do meu trabalho, só pude comparecer por 2 semanas às aulas. Fui à faculdade, cancelei a matrícula e solicitei o reembolso, já que não cursei nem um mês das aulas. Mas a instituição não quer me reembolsar.

WYLLIAN LUIZ / SÃO PAULO

O Grupo Anhanguera Educacional informa que foi solicitado o trancamento do curso, e não o cancelamento da matrícula, conforme informado. Diante disso, o ex-aluno não tem direito à devolução das mensalidades pagas.

O leitor desmente: Tenho o comprovante com o pedido de cancelamento do curso e solicitação de reembolso, feito em 13/3, e não o de trancamento de curso, como alega a faculdade.

MESAS NA CALÇADAS

Pedestres andam na rua

Até quando os pedestres serão obrigados a andar no meio da Rua Tuiuti, no Tatuapé, no trecho entre o Metrô Tatuapé e a Avenida Celso Garcia? Todos os dias, após as 18 horas, os camelôs tomam conta das calçadas, somados aos estabelecimentos que colocam mesas e cadeiras por todo o lado.

LUIZ C. ZABATIERO / SÃO PAULO

A Subprefeitura da Mooca esclarece que o local citado foi vistoriado no dia 30/3, mas não foram constatadas irregularidades. Outra vistoria será programada e, no caso de irregularidades, multas e apreensões serão feitas. A Guarda Civil Metropolitana será solicitada para tomar as providências cabíveis.

O leitor comenta: Posso tirar fotos para comprovar essas irregularidades. É estranho não terem visto nada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.