Trânsito melhora no horário de pico, mas fica pior fora dele

Índices mostram relação dos congestionamentos com os caminhões; às 14h, lentidão teve aumento de 118%

O Estado de S.Paulo

06 Março 2012 | 03h07

A maior parte dos caminhoneiros respeitou os novos horários de restrição e o resultado foi que a cidade teve reduções nos índices de congestionamento de até 54,2% no horário de pico da tarde. Às 18 horas, quando a média de lentidão é de 110,2 quilômetros, a cidade registrou apenas 61,5 quilômetros de trânsito, segundo as informações do monitoramento online feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Os índices de trânsito mostraram a relação dos congestionamentos com os caminhões. Nas quatro horas de restrição na parte da manhã, os números na cidade ficaram, em média, 11,2% mais baixos do que a média máxima para o horário. Na parte da tarde, até as 19 horas, a melhoria havia sido ainda mais expressiva: 48,8% menor.

Fora dos horários de pico, porém, ocorreu justamente o contrário. Das 11h às 16h de ontem, a cidade teve aumento de 93% nos índices de lentidão. Na maior variação, às 14 horas, quando a média registrada é de 19 quilômetros de filas de carros, a lentidão alcançou 30,4 quilômetros, ou aumento de 118%.

"Os números ainda são embrionários, mas já indicam tendência de queda no horário em que vigora a restrição no período da manhã. Também é bom lembrar que, às 11 horas, tivemos uma ocorrência de acidente de trânsito com vítima na Marginal do Tietê, o que contribuiu para aumentar a lentidão na via a partir desse horário. A ocorrência só foi encerrada por volta das 15h30", disse a CET, em nota.

Marginal. A melhora do fluxo nos horários de pico e a piora nos horários fora dele se repetiram na Marginal do Tietê. Às 9h30, as pistas tiveram 10 quilômetros a menos de trânsito do que na média das segundas-feiras do mês de março do ano passado. Mas, ao meio-dia, o aumento do trânsito foi de dez quilômetros, também na comparação do dia de ontem com a média das segundas de março de 2011.

A diferença é o impacto dessa alteração. Na parte da manhã, quando o volume de veículos circulando na Marginal é maior, a redução representou melhora de 45% em relação à média. Já ao meio-dia, a piora significou aumento de 98% na comparação com a média.

A CET não informou ontem quantos caminhoneiros foram multados no primeiro dia das novas regras. Por dia, pela Marginal, circulam 35 mil caminhões, segundo a companhia. / B.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.