Trânsito começa a melhorar em direção ao Centro de São Paulo

Queda de parte das obras do Expresso Tiradentes sobre o Viaduto Grande São Paulo prejudicou o trânsito

Solange Spigliatti, estadao.com.br

01 de abril de 2008 | 09h51

Os problemas provocados pela queda de parte das obras do Expresso Tiradentes (Fura-Fila) sobre o Viaduto Grande São Paulo, na zona sul da capital paulista, continuava a deixar o trânsito bastante carregado nas principais ligações entre as zonas leste e sul da cidade com o Centro, na manhã desta terça-feira, 1. Por volta das 10 horas, no entanto, o índice apurado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) começava a dar sinais de que o congestionamento já é menor na cidade – 89 quilômetros de morosidade (às 9 horas, eram 119 quilômetros e o pico foi de 121 às 8h30).  Os piores trechos com tráfego complicado eram a Marginal do Pinheiros, com a pista expressa parada em quase dez quilômetros, entre as Pontes Cidade Jardim até Castelo Branco, no sentido Interlagos. Segundo a CET, uma passeata, que ocupava a faixa da direita, próximo à Ponte do Morumbi, também complicava ainda mais o trânsito na região, no sentido Interlagos.  Cerca de 11 caminhões e ônibus parados também atrapalhavam o tráfego em diversas regiões da Capital, principalmente na Avenida Salim Farah Maluf, onde três caminhões aparentemente quebrados estavam ocupando faixas de rolamento da via. A CET manteve a recomendação aos motoristas de evitar a região do Viaduto Grande São Paulo. Em entrevista à Jovem Pan, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) afirmou que a previsão da Prefeitura é de que a área seja liberada ao trânsito depois das 17 horas. Embora tenham sido montados bloqueios e desvios, o tráfego está praticamente parado na área. Para os veículos que trafegavam pela Avenida Luís Ignácio de Anhaia Mello, sentido Centro, a CET recomendava como alternativa seguir à direita pela Rua Maria Daffré, à esquerda na Rua Capitão Pacheco e Chaves, à direita na Avenida do Estado, retornando ao trajeto original. Já os veículos que trafegavam no sentido bairro deveriam seguir à direita pela Rua 1822, à esquerda na Rua Dom Lucas Obes, à direita no Viaduto Pacheco e Chaves e à direita na Rua Dianópolis, retornando ao caminho original. Principais trechos de congestionamento - Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, pista expressa entre as pontes Cidade Jardim até Castelo Branco, com 9.390 metros- avenida Salim Farah Maluf, sentido Vila Prudente, pista expressa entre a avenida Luiz Ignacio Anhaia Mello até Toledo Barbosa, com 4.940 metros- Radial Leste, sentido Centro, entre a rua Wandenkolk até Alvaro Ramos, no Metro Belém, com 3.900 metros- avenida dos Bandeirantes, sentido Marginal, da rua Tupiniquins até viaduto Aliomar Baleeiro, com 3.440 metros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.