Reprodução
Reprodução

Transexual é morta a pauladas em hotel da zona norte de SP

O corpo de Larissa Paiva, de 25, foi encontrado na Avenida Voluntários da Pátria, por volta das 7h30; quatro são suspeitos do homicídio

O Estado de S.Paulo

18 Dezembro 2017 | 12h28

SÃO PAULO - Uma transexual foi assassinada a pauladas dentro de um hotel na região de Santana, na zona norte de São Paulo, na manhã deste domingo, 17. Segundo a Polícia Civil, quatro pessoas são suspeitas de cometer o homicídio.

O corpo de Larissa Paiva, de 25, foi encontrado na garagem do Hotel Sombra, na Avenida Voluntários da Pátria, por volta das 7h30. Vestida com um top azul, saia e chinelo, a jovem foi atacada a golpes de madeira na cabeça. Por causa das agressões, a parede ficou com marcas de sangue. 

Aos policiais, um funcionário do hotel relatou ter ouvido "fortes estrondos" no horário do crime. Só quando o barulho parou, disse, ele desceu até a entrada do estabelecimento e encontrou o corpo da vítima, caído de barriga para cima, nos fundos da garagem.

Investigadores que estiveram no local levantaram que Larissa fazia programas na região e foi atacada por quatro pessoas. O homicídio foi registrado no 13.º Distrito Policial (Casa Verde) e será investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que instaurou inquérito. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.