Trailer do fim do mundo

Onda fiel

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2012 | 02h05

A Fifa está esperando 20 mil corintianos no Mundial de Clubes, em Tóquio. É quase um tsunami! Ainda bem que eles estão acostumados com isso por lá.

Oposição em festa

Como já virou tradição em ano eleitoral, Aécio Neves deve comemorar o resultado das urnas em Minas durante o feriadão de Finados no Leblon!

Espera só!

Se você tem algum amigo fazendo turismo em Nova York, prepare-se para aturá-lo na volta contando um monte de cascata sobre a longa noite da supertempestade Sandy.

No bom sentido

O senador Álvaro Dias disse ontem em Brasília que o colega tucano Mário Couto "talvez não tenha sido bem entendido" quando abriu o bico na tribuna para dizer que está cheio de ladrão no Congresso roubando o dinheiro do povo. Esse pessoal leva logo tudo pra maldade, né não?

Fora do script

Ao menos em respeito à tormenta, a prefeitura de Nova York deveria ter mandado desligar também os letreiros da Times Square. O clima de festa nas ruas desertas parecia provocação com o vento!

Sem brincadeira!

Comentário do meteorologista que anunciou a transformação do furacão em tempestade tropical na costa leste dos EUA: "Este Sandy é júnior!"

Nas alturas

O prefeito eleito ACM Neto já anuncia medidas de austeridade em Salvador: todo baiano acima de 1,70 m sofrerá cortes!

Podia ter sido pior se o furacão não virasse tempestade antes de chegar a Nova York, mas do jeito que foi já deu para perceber que a televisão não está preparada para a grande cobertura do fim do mundo.

Quando enfim chegar nossa hora, ainda que a luz por aqui custe um pouco mais a se apagar, não vai dar para assistir pela CNN à aproximação da grande onda do mar ou de radiação solar típicas do apocalipse no cinema.

As emissoras de TV não estão aparelhadas para o apagão final! O máximo que vai dar pra ver será o último repórter de capa e galocha nas ruas, com água pelos joelhos, iluminado pelo farol do próprio carro, sendo soprado de repente pra fora da imagem! Vupt!

Depois disso, vai depender muito da carga acumulada no celular e no iPad de cada correspondente que conseguir chegar em casa com vento a favor!

O que mais me deixou apavorado no trailer produzido na madrugada de ontem em Nova York foi a ideia de um dia testemunhar o fim de tudo pela imagem fantasmagórica do jornalista Jorge Pontual dizendo que nunca viu nada igual na vida!

Tomara que eu já esteja dormindo quando entrar no ar o Jornal Nacional em edição extraordinária.

Despedida de solteiro

É cedo ainda para se dizer como será a relação de São Paulo com Ana Estela Haddad! Há seis anos a capital vive sem primeira-dama e, cá pra nós, não tem se queixado disso!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.