Tragédia é usada para aplicar golpes

Criminosos estão usando a tragédia para tentar extorquir vítimas. Por telefone, golpistas se passam por um parente a caminho de Santa Maria. "O criminoso diz que o carro quebrou na estrada e o mecânico não aceita cheque. Certa de que é um familiar precisando de ajuda, a vítima faz um depósito", explica o chefe do policiamento de Santa Maria, Edi Paulo Garcia de Ávila.

O Estado de S.Paulo

30 Janeiro 2013 | 02h02

O golpe foi descoberto porque autores escolheram pais de um policial como alvo. "Eles estavam a ponto de depositar R$ 1,5 mil para o suposto mecânico. Como não conseguiram, pediram ajuda ao filho", diz Ávila.

Ontem, usuários do Facebook denunciaram um segundo golpe: e-mails com a mensagem "vídeo mostra momento exato da tragédia em Santa Maria". Ao clicar no arquivo vídeo.zip, a vítima instala no computador um vírus que rouba dados confidenciais. / RODRIGO CAVALHEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.