Tráfico impõe luto e manda comércio fechar em favela pacificada desde 2010

O comércio permaneceu fechado ontem pelo segundo dia consecutivo por ordem do tráfico no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte do Rio. A favela conta com uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) desde novembro de 2010. O luto foi imposto após a morte de Jorge Araújo Vieira, o Bebezão, de 35 anos, chefe das bocas de fumo da favela, na manhã de quarta-feira. Uma escola municipal localizada num dos acessos à favela abriu as portas ontem, mas nenhum aluno compareceu. Apesar da presença ostensiva de PMs da UPP, poucos moradores circulavam ontem pelas vielas. Com medo, a maioria evitava falar sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.