Tráfico executa dois por não pagar ''pedágio''

Em menos de uma semana, um segundo crime indica que traficantes continuam agindo mesmo em favelas ocupadas pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), na zona norte do Rio. Em uma rua de acesso ao Morro do Andaraí, dois mototaxistas foram executados por ordens do tráfico, após se recusarem a pagar o "pedágio" semanal de R$ 20. Carlos Henrique Miguelão Júnior, de 29 anos, e Antônio Carlos dos Santos Reis, de 28, morreram. A passageira Maria Célia Gomes da Silva, de 54, foi baleada no pé esquerdo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.