Tráfico escondia droga em área ambiental para evitar apreensões em SP

Cocaína e maconha eram postas em galões, que eram enterrados em Sorocaba; ninguém foi detido

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2012 | 21h02

SOROCABA - Traficantes mantinham grande quantidade de drogas enterrada em uma área de proteção ambiental, em Sorocaba, no interior paulista, para evitar a apreensão pela polícia. Maconha e cocaína eram embaladas e colocadas em um galão de plástico mantido sob a terra no meio da mata no bairro Habiteto, zona norte da cidade.

 

Policiais desconfiaram por causa das trilhas abertas no local. O esconderijo foi localizado sob um monte de folhas e galhos pela Força Tática da Polícia Militar.

No galão, hermeticamente fechado, foram encontrados 13 tijolos de maconha com cerca de um quilo cada e 700 porções de cocaína. A droga estava embalada em sacos plásticos. Os bandidos usaram cal para manter o local livre da umidade.

 

Na casa de um morador próximo, suspeito de ligação com o tráfico, foram apreendidos mais dois tijolos de maconha. Os ocupantes do imóvel fugiram antes da entrada da polícia. Ninguém foi preso.

Tudo o que sabemos sobre:
tráficoSorocabameio ambientepolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.