Tráfico de pessoas levou 475 pessoas ao exterior

Entre 2005 e 2011, pelo menos 475 brasileiros foram aliciados e vendidos por quadrilhas de traficantes para serem explorados como mercadoria no exterior. A maior parte das vítimas (337) sofreu exploração sexual, enquanto um grupo de 135 foi submetido a trabalho escravo. Os dados fazem parte do diagnóstico preliminar sobre tráfico de pessoas no Brasil, elaborado pela primeira vez no País pelo Ministério da Justiça em parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.

O Estado de S.Paulo

17 Outubro 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.