Traficante do PCC é detido pela ROTA com fuzil, droga e munição na zona leste

Bandido foi denunciado e tentou subornar os PMs com a arma, mas acabou preso

estadão.com.br,

14 de junho de 2012 | 04h18

SÃO PAULO - Um criminoso, que segundo a Polícia Militar seria integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção que atua dentro e fora do sistema prisional paulista, foi preso, no final da noite de quarta-feira, 13, em posse de um fuzil calibre 556, cerca de dois quilos de cocaína e munições calibres 9mm, 556 e 762 em um ponto de tráfico de drogas, na Estrada do Imperador, próximo à Avenida Jacu-Pêssego, região de Itaquera, na zona leste da capital paulista.

 

Ocupando um Honda Civic, o bandido foi localizado por policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (ROTA) após ser denunciado. Ao lado do criminoso estava uma adolescente de 16 anos que, segundo o traficante, seria namorada dele. A arma foi apreendida com o traficante após ele oferecê-la em troca de sua liberdade. Os policiais fingiram aceitar o suborno e, com a arma em mãos, deram voz de prisão ao bandido, que foi encaminhado para o plantão do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) e autuado em flagrante.

Tudo o que sabemos sobre:
PCCtráfico de drogasItaqueraROTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.