Trabalho e Bolsa Família explicam queda

O aumento da renda obtida no trabalho é o protagonista da queda da desigualdade nos municípios entre 2000 e 2010. Ele é responsável por 58% da redução, segundo o presidente do Ipea, Marcelo Neri. Outros 13% podem ser atribuídos ao Bolsa Família. Os números foram calculados em pesquisa da instituição.

O Estado de S.Paulo

04 de agosto de 2013 | 02h08

Em outras palavras, o Bolsa Família leva o "Oscar de coadjuvante", brinca o pesquisador. Mas é um coadjuvante de peso. Sem as políticas de transferência de renda, "a desigualdade teria caído 36% menos", afirma o estudo. No figurino do protagonista, estão aumentos reais do salário mínimo e formalização do emprego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.