Tornado assusta e causa prejuízos em Nova Iguaçu

Para espanto da população - e de meteorologistas -, um tornado de baixa intensidade foi registrado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na quarta-feira. O vento forte destelhou casas, arrancou janelas e árvores pela raiz, derrubou portões e postes e o muro de uma casa. Não houve feridos graves.

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

21 Janeiro 2011 | 00h00

Sete bairros sentiram, durante 20 minutos, os efeitos do tornado que passou pela cidade por volta das 18h30. O meteorologista Lucio de Souza, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), inicialmente achou improvável que fosse um tornado, mas não teve dúvidas ao ver os vídeos no YouTube. "Não estava acreditando, mas a nuvem em forma de funil não deixa dúvida."

O tornado não tocou o solo, o que resultaria na devastação que ocorre nos Estados Unidos. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) confirmou que foi um tornado da categoria F1, a mais fraca, com ventos entre 115 km/h e 180 km/h, capazes de destruir construções frágeis. O fenômeno é formado pelo choque de massas de ar quente e fria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.