Torcedores entram em confronto com a PM em Campinas

Solange Spigliatti, da Central de Notícias

06 de fevereiro de 2012 | 09h15

São Paulo, 6 - Torcedores da Ponte Preta entraram em confronto com policiais militares na tarde deste domingo, 5, em Campinas, no interior de São Paulo. Alguns deles foram detidos e um policial ficou ferido.

Antes do início do jogo contra o time do São Paulo pelo Campeonato Paulista, no estádio Moisés Lucarelli, cerca de 50 torcedores que estavam em frente ao estádio começaram a atirar fogos de artifícios contra os policiais, que faziam policiamento na área.

Houve tumulto e um cabo se feriu no pé e no punho, após cair de uma escada durante o tumulto e foi levado para o hospital e liberado após medicado. A PM não soube informar quantos torcedores foram encaminhados para a delegacia.

Em outra região perto do estádio, um grupo de 25 torcedores são-paulinos, da Torcida Independente Campinas, que estava sendo escoltado a pé pelos policiais, entrou em confronto com torcedores rivais, na Rua José de Alencar.

Segundo a PM, quando o grupo passava perto da loja Torcida Jovem da Ponte Preta, os dois grupos iniciaram um tumulto, que foi contido com o uso de gás lacrimogêneo e balas de borracha. Ninguém foi preso ou ficou ferido, segundo a PM.

Botafogo. Quatro torcedores do Botafogo foram baleados na Praça Seca, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio, na madrugada deste domingo, 5. Segundo a Polícia Militar, as vítimas estavam perto da praça quando três ocupantes de um carro não identificado passaram atirando. De acordo com a PM, eles ficaram levemente feridos e foram socorridos por populares ao Hospital Lourenço Jorge. O caso foi registrado no 28ºDP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.