Ernesto Rodrigues/AE - 18/3/2011
Ernesto Rodrigues/AE - 18/3/2011

Tombamento do prédio do Belas Artes será discutido na próxima terça-feira

Se aprovado, imóvel não poderá passar por reforma sem autorização prévia do Conpresp

Marcela Gonsalves, Central de Notícias

03 de maio de 2011 | 19h15

SÃO PAULO - O tombamento do edifício onde funcionava o Cine Belas Artes será discutido na próxima terça-feira, 10, em reunião do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico de São Paulo (Conpresp).

 

O prédio, localizado na esquina da Avenida Paulista com a Rua da Consolação, pode ser transformado em patrimônio público. Se aprovado o tombamento, o imóvel não pode passar por reforma sem autorização prévia do órgão municipal, o que dificultaria a locação.

 

O cinema exibiu seus últimos filmes no dia 17 de março, quando realizou um evento especial batizado de A Última Sessão do Cinema. Ele funcionou no local por 59 anos.

 

Caso o Conpresp decida pelo tombamento, o sócio do Belas Artes, André Sturm, declarou que tem condições de retomar as atividades no local.

Mais conteúdo sobre:
Belas Artes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.