Arteris / Divulgação
Arteris / Divulgação

Incêndio de carreta provoca 23 quilômetros de lentidão na Régis

Reflexos do acidente também foram sentidos em duas praças de pedágio em Cajati e Campina Grande do Sul

Paulo Roberto Netto, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2019 | 03h52
Atualizado 31 de janeiro de 2019 | 14h32

SÃO PAULO - A rodovia Régis Bittencourt registrou 23 quilômetros de congestionamento durante a noite e início da madrugada desta quinta, 31, na altura do km 525, em Cajati (SP), após o tombamento e incêndio de uma carreta na via no fim da tarde desta quarta, 30. A lentidão afeta motoristas que seguem no sentido São Paulo.

De acordo com a Arteris, concessionária responsável pela rodovia, uma carreta carregada com estireno tombou e pegou fogo por volta das 18h nas proximidades de Cajati. O Corpo de Bombeiros foi ao local e controlou as chamas. Os militares realizam a retirada do veículo durante esta madrugada. Até às 4h, motoristas enfrentam 18 quilômetros de lentidão.

 


Por medida de segurança, a Polícia Rodoviária Federal interditou os dois sentidos da via na altura de sua base, no km 525, próximo ao local do acidente, até a conclusão dos trabalhos de remoção do veículo. Por volta das 21h40, o trecho foi liberado no sentido Curitiba e, às 03h, no sentido São Paulo.

 

Reflexos do acidente também foram sentidos em duas praças de pedágio localizadas em Cajati (km 485) e Campina Grande do Sul (km 57). Nas duas, ambos os sentidos foram interditados para evitar um fluxo maior de veículos no local do acidente, provocando até oito quilômetros de congestionamento. Até às 4h30, o trecho no km 57 permanecia parcialmente fechado, funcionando no sistema siga e pare com dez quilômetros de lentidão, enquanto o do km 485 foi liberado às 3h.

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.