Todos os vereadores cassados em SP já entraram com recurso

Quatorze parlamentares sofreram cassação por receber doações nas eleições; quatro já suspenderam punição

Gabriel Pinheiro, estadao.com.br

22 de outubro de 2009 | 17h53

Todos os vereadores cassados em São Paulo já entraram com recurso que busca o efeito suspensório da decisão, informou o Tribunal Regional Eleitoral em São Paulo (TRE-SP) nesta quinta-feira, 22. Até agora, dos 13 vereadores e um suplemente que sofreram cassação na segunda-feira por receber doações da Associação Imobiliária Brasileira (AIB) nas eleições de 2008, quatro já conseguiram suspender a medida que os deixavam inelegíveis por três anos - Abou Anni (PV), Wadih Mutran (PP), Adilson Amadeu (PTB) e Quito Formiga (PR).

 

Veja também:

linkGilberto Kassab nega ter recebido doações da AIB

linkOpinão: Cassação dos vereadores

especialConheça os vereadores cassados

 

Além deles, Domingos Dissei (DEM), Carlos Apolinário (DEM), Gilson Barreto (PSDB), Dalton Silvano (PSDB), Adolfo Quintas (PSDB), Ushitaro Kamia (DEM), Carlos Alberto Bezerra Junior (PSDB), Cláudio Roberto Barbosa de Souza (PSDB), Marta Costa (DEM) e Ricardo Teixeira (PSDB) também perderam seus mandatos. O efeito suspensório revoga a decisão até o julgamento do caso pelo TRE, ainda não marcado.

 

Em uma tentativa de contornar o escândalo, a Câmara - que possui 55 assentos - vem tentando continuar os trabalhos normalmente e desobstruir a pauta. Na quarta-feira, por exemplo, dois projetos defendidos pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM) foram aprovados.

Tudo o que sabemos sobre:
Câmara dos VereadoresSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.