Todas as praias de São Sebastião estão aptas para banho no Carnaval, diz Cetesb

Caraguatatuba tem 4 locais impróprios para banho de mar; Ubatuba, 3 e Ilhabela 2; trânsito para o litoral é intenso

Reginaldo Pupo, ESPECIAL PARA O ESTADO DE S. PAULO

17 de fevereiro de 2012 | 18h55

 Além da previsão de tempo bom, com muito sol e calor para a região do litoral norte durante o Carnaval, segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), órgão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os turistas que pretendem viajar para São Sebastião terão um motivo a mais para comemorar. Em fato raro, todas as praias do município e que são monitoradas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) estão próprias para o banho de mar.

A cidade, que aguarda 250 mil turistas, segundo a prefeitura, possui as praias mais badaladas do litoral paulista, como Maresias, Cambury, Baleia, Juquehy e Barra do Sahy e que serão destinos certos durante o período carnavalesco. Até mesmo as praias que apresentam quantidade de coliformes fecais superior aos padrões internacionais, após análises da Cetesb, e que aparecem impróprias para o banho de mar durante quase todo o ano, estão aptas a receber turistas, como Porto Grande, Pontal da Cruz, Cigarras e São Francisco, que neste ano recebe pela primeira vez o Carnamar, carnaval realizado no mar.

"Esse fato vai beneficiar principalmente as praias da costa sul, que são as mais procuradas pelos turistas", comemora o presidente da Associação Comercial e Empresarial de São Sebastião, Eduardo Cimino.

Contraponto. A situação, porém, é diferente nas demais cidades da região. Caraguatatuba, que aguarda 150 mil turistas no fim de semana prolongado, possui quatro praias impróprias, de acordo com a Cetesb. São elas a da Prainha, Indaiá, Cocanha e Tabatinga. As duas últimas possuem condomínios de alto padrão.

Apenas as praias de Itaquanduba e Itaguaçu estão com bandeiras vermelhas em Ilhabela, cidade que prevê a chegada de 60 mil turistas, mais 10 mil provenientes dos três transatlânticos que aportarão no arquipélago no período. As praias mais procuradas, Feiticeira e Curral (também destino preferido dos cruzeiristas, estão liberadas.

Quem visitar Ubatuba (que aguarda 500 mil turistas, segundo a Secretaria de Turismo) deverá evitar entrar no mar nas praias do Centro, Itaguá e Perequê Mirim. As mais procuradas também estão livres das bandeiras vermelhas, como Praia Grande, Lázaro, Enseada e Itamambuca.

Estradas. É intenso desde a madrugada de sexta-feira o fluxo de veículos na Rodovia dos Tamoios, principal ligação entre o planalto e o litoral norte, e na Rio-Santos, que corta a região. Durante todo o dia de ontem, o trânsito esteve lento nas duas rodovias e houve alguns pontos de congestionamentos nas áreas urbanas. A fila da balsa para Ilhabela registrava espera de 1h30 a 2h. A Dersa, que administra o sistema de travessias, opera com cinco balsas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.