TJ mantém condenação de Dado Dolabella a dois anos e nove meses em regime aberto

O Tribunal de Justiça do Rio manteve a condenação do ator Dado Dolabella a dois anos e nove meses de prisão, em regime aberto, por agressão à atriz Luana Piovani e à camareira Esmeralda de Souza, em 23 de outubro de 2008.

O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2011 | 03h06

A briga aconteceu em uma boate na Gávea, zona sul do Rio. Dado agrediu a atriz; a camareira tentou intervir e também foi agredida. O ator foi denunciado por infringir a Lei Maria da Penha, que pune a violência doméstica, e condenado em agosto de 2010 pelo 1.º Juizado de Violência Doméstica Familiar contra a Mulher do Rio. Dado recorreu e a 4.ª Câmara Criminal do TJ manteve a pena, anteontem. Cabe recurso ao próprio Tribunal de Justiça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.