Martins/Sigma Press
Martins/Sigma Press

TJ manda soltar mulher que atropelou e matou 3 na Marginal do Tietê

Talita Sayuri Tamashiro estava embriagada e confessou usar celular no momento do acidente, no mês passado

O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2017 | 19h45

SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu soltar a motorista Talita Sayuri Tamashiro, de 28 anos, que foi presa no mês passado depois de atropelar quatro pessoas e ter matado três delas na Marginal do Tietê na manhã de sábado, 30. Talita estava embriagada e confessou usar o celular na hora do acidente. 

+++ Três pessoas morrem atropeladas na Marginal do Tietê

A defesa entrou com pedido de revogação da prisão apontando que a própria Justiça havia identificado que não houve intenção de matar e, portanto, não haveria motivos para prisão preventiva.

+++ Metade dos brasileiros admite uso do celular ao volante, diz pesquisa

Segundo a defesa, durante a audiência de custódia, a juíza presente "preferiu lavar as mãos e atender ao clamor social ao invés de cumprir o que determina a Lei". O fato de a motorista Talita se comprometer a comparecer a todos os atos processuais não estaria sendo considerado pela Justiça, sugere o texto apresentado pelos advogados.

Apesar da soltura, Talita está impedida de "frequentar shows, bares, restaurantes ou estabelecimentos em que haja a venda ou consumo de bebidas alcoólicas", segundo a decisão do juiz Luiz Gustavo Esteves Ferreira.

A jovem também teve a habilitação para dirigir suspensa e, caso descumpra as determinações, poderá ter a prisão decretada novamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.