TJ julga alvará de obra de Oscar Maroni

O Tribunal de Justiça de São Paulo começou a julgar mandado de segurança ontem ajuizado pelo empresário Oscar Maroni contra um parecer de Gilberto Kassab (PSD), que negou ao Bahamas um alvará de conclusão de reforma. A Prefeitura negou o Habite-se e alegou que ali seriam realizadas atividades "imorais". A defesa diz que Kassab fez um "exercício de futurologia" sobre o que seria exercido no local. O relator atendeu ao pedido, mas outro desembargador pediu vista do processo e adiou a decisão sobre o caso.

O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.