TJ dobra indenização a pais de usuário baleado

A 18.ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo mais que dobrou o valor da indenização que o Metrô terá de pagar por danos morais aos pais de D.S.R., que ficou tetraplégico ao ser baleado em um vagão, em 2000. A Justiça havia fixado o valor em R$ 35 mil - 56 salários mínimos. As partes recorreram e o relator da apelação elevou a indenização para 120 salários mínimos - R$ 74,64 mil.

O Estado de S.Paulo

13 Julho 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.