TJ determina que presidente da Fundação Casa volte ao cargo

Berenice Giannella havia sido afastada na 5ª por conta de supostas irregularidades nas unidades da instituição

Ana Luísa Westphalen, Agência Estado

08 de setembro de 2008 | 17h00

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), desembargador Antonio Vallim Bellocchi, determinou nesta segunda-feira, 8, que a presidente da Fundação Casa (antiga Febem), Berenice Giannella, volte a exercer o cargo. A decisão vale até que o mérito seja julgado. De acordo a instituição, Berenice voltou ao trabalho já nesta tarde.    Na última quinta-feira, a juíza do Departamento de Execuções da Infância e Juventude (Deij), Mônica Paukoski, determinou pela terceira vez o afastamento da presidente da Fundação Casa. Assim como nos despachos anteriores, de maio e dezembro de 2007, ela alegava a presença de irregularidades nas unidades do Complexo Raposo Tavares e Complexo Vila Maria.   Com isso, de acordo com o despacho, os internos ficavam praticamente confinados e sem atividades. Segundo a Fundação Casa, a primeira unidade está fechada desde janeiro, e segunda foi extinta em dezembro do ano passado.   Atualizado às 19h28

Tudo o que sabemos sobre:
Fundação CasaFebemTJ-SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.