Tiroteio entre ladrões e PM mata aposentado

O aposentado Balilla Argentieri, de 73 anos, morreu em meio a uma troca de tiros entre policiais militares e ladrões que haviam invadido uma empresa de segurança e transporte de valores na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo, ontem de manhã. Argentieri foi baleado na cabeça logo após sair de um supermercado. Dois assaltantes morreram no tiroteio e um terceiro levou tiro na perna, mas fugiu com o comparsa. Segundo a PM, os quatro criminosos entraram na empresa depois de render quatro seguranças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.