Tiro acidental mata jovem em estacionamento na zona sul de SP

Adolescente sofreu um disparo de uma garrucha calibre 22; o dono da arma socorreu a vítima e depois fugiu

Bruno Lupion, do estadão.com.br

11 de agosto de 2010 | 03h23

SÃO PAULO - Um adolescente de 15 anos foi morto pelo tiro acidental de uma garrucha calibre 22 na tarde de terça-feira, 10, em um estacionamento na Praça Nossa Senhora Aparecida, em Moema, zona sul de São Paulo. A vítima, Fabrício Gonçalves de Oliveira, observava a arma de cano duplo nas mãos de Giovanio Pinheiros dos Santos, amigo de seu avô, quando ocorreu o disparo.

Santos, dono da garrucha, socorreu o jovem ao Hospital Alvorada e depois voltou ao local do acidente, escondeu a arma no subsolo do estacionamento e fugiu. O adolescente, que foi ferido na região do estômago e coração, morreu.

Segundo a Polícia Militar, Fabrício fazia uma visita ao avô, que trabalha em um lavarrápido no local, quando Giovanio, manobrista do estacionamento, quis mostrar sua arma. Ele ainda está foragido e o caso foi registrado no 27º DP (Campo Belo).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.