Tinta rosa em cédulas frustra roubo a caixas eletrônicos na zona leste de SP

Os ladrões que explodiram dois caixas eletrônicos ontem em São Paulo foram surpreendidos por um dispositivo que espalhou tinta rosa no dinheiro, inutilizando as cédulas. Por volta das 3h30, bandidos entraram em uma loja de conveniência no Jardim Nossa Senhora do Carmo, na zona leste, e explodiram os caixas. Nesta hora, o dispositivo foi acionado, o que fez com que os criminosos deixassem para trás R$ 17.140 em notas pintadas, espalhadas no chão. Ninguém foi preso. Em Suzano, na Região Metropolitana, em outro arrombamento de dois caixas, a polícia encontrou duas notas queimadas. Em ambos os casos, os equipamentos pertencem à Rede 24 horas. A empresa diz que desde 2010 tem instalado sistemas que "pintam" ou queimam o dinheiro. As notas inutilizadas são enviadas ao Banco Central, que verifica a autenticidade e as substitui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.