Testemunha morre após acusar policiais

Diego Bruno de Oliveira, que depôs contra policiais civis de Minas, foi executado na segunda-feira, em Contagem, uma semana após ser ouvido pela Corregedoria na frente dos acusados. Segundo as investigações, três policiais mataram dois homens no sítio do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, que responde também pela morte de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.