Terreno em Guaratiba é desapropriado

A desapropriação do Campus Fidei, terreno em Guaratiba que receberia a vigília e a missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude, será publicada hoje no Diário Oficial. Ontem, o prefeito Eduardo Paes (PMDB) confirmou a intenção de transformar o terreno que receberia os eventos em um bairro popular. As casas serão destinadas a pessoas que vivem em áreas degradadas do bairro, como as comunidades de Jardim Maravilha e Piraquê.

Luciana Nunes Leal, Wilson Tosta, O Estado de S.Paulo

30 Julho 2013 | 02h05

"Não é para levar mais gente para a zona oeste. Vai morar lá quem vive em condições subumanas, em áreas que alagam nas chuvas e têm ocupações irregulares. A oferta é para quem mora em Guaratiba", disse. O prefeito reagiu às acusações de que um loteamento na área seria irregular, por se tratar de região de proteção permanente. "Vamos discutir essa questão, mas sem usar demagogia. É preciso ter o mínimo de responsabilidade e se dar ao trabalho de se informar. Aquela não é uma área de proteção permanente, e em 2010 foi autorizada a criação de um loteamento. É hora de parar de dar chutes e ler os processos", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
papa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.