Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Termômetros chegam a 34,3°C em São Paulo nesta sexta-feira

Umidade relativa do ar em 30% deixa cidade em estado de atenção, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências

O Estado de S. Paulo

18 de setembro de 2015 | 15h03

Atualizada às 18h29

SÃO PAULO - São Paulo está em estado de atenção para a baixa umidade do ar, na tarde desta sexta-feira, 18, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), órgão da Prefeitura. Os índices de umidade estão em torno de 30% na cidade, segundo informações da CGE. Não há previsão de chuva para os próximos dias. 

Segundo dados do Intituto Nacional de Meteorologia (Inmet), unidade de São Paulo, a capital registrou 34,3°C por volta das 15 horas. É a temperatura mais elevada neste inverno e a maior desde 20 de janeiro, quando os termômetros marcaram 35,6°C. 

Considerando-se o histórico no mês de setembro, 34,3°C é a maior temperatura registrada desde o ano de 2007 - quando os termômetros também marcaram 34,3°C. A maior temperatura histórica de setembro foi registrada em 2004: 35,3°C.

"Para amenizar os efeitos da baixa umidade do ar, as dicas são evitar a prática de exercícios ao ar livre entre 10h e 17h, proteger-se do sol com o uso de bonés, chapéus, óculos escuros e protetor solar, umidificar os ambientes fechados com o uso de toalhas molhadas, baldes com água e vaporizadores e também consumir água à vontade."

De acordo com levantamentos meteorológicos, o tempo deve seguir seco e quente no fim de semana. No sábado, as temperaturas devem oscilar de 20ºC a 34ºC, e a umidade pode chegar a 20%. O domingo paulistano terá mínima de 20ºC e máxima de 33ºC, com umidade relativa do ar variando de 20% a 30%. 

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
ClimaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.