Termina sequestro de funcionária em PS de Osasco

Refém foi liberada, não sofreu agressões e passa bem; homem, que queria guarda do filho, foi preso

Fabio Michel - Central de Notícias,

21 Maio 2009 | 21h36

A copeira que ficou refém de um homem por mais de três horas, em um Pronto Socorro Psiquiátrico da cidade de Osasco, acaba de ser liberada. O sequestrador se entregou e já foi preso.

 

Desde as 17h15 desta quinta-feira, 21, a copeira Maria José Santana, de 38 anos, foi mantida refém pelo ex-presidiário Adriano José do Nascimento, 26, numa sala da ala de emergência psiquiátrica do PS da Vila Pestana, em Osasco, na Grande São Paulo.

 

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi chamado para liderar as negociações, que terminaram agora há pouco, com a liberação da refém, que não sofreu agressões e passa bem.

 

O rapaz manteve a copeira sob a mira de duas facas e, segundo a polícia, cometeu o crime com a intenção de obter a guarda do filho, de 2 meses.

Mais conteúdo sobre:
refém osasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.