Termina paralisação de motoristas e cobradores na zona norte

Eles exigem que Viação Sambaíba não desconte os valores de multas por excesso de passageiros

Priscila Trindade, Estadão.com.br

26 de maio de 2011 | 09h18

SÃO PAULO - Os ônibus da Viação Sambaíba voltaram a circular na manhã desta quinta-feira, 26, na zona norte de São Paulo, depois de motoristas e cobradores realizarem uma paralisação durante a madrugada.

Os carros começaram a deixar a garagem às 8 horas, mas mesmo assim SPTrans manteve o Plano de Atendimento em Situação de Emergência (Paese) para 15 das 34 linhas da viação.

No início da operação comercial, motoristas e cobradores não liberaram a saída dos 239 ônibus estacionados na garagem localizada na altura do nº 589 da rua Elza Guimarães, na Vila Amália. Os trabalhadores exigiam que a empresa não descontasse de seus salários os valores das multas, emitidas pela SPTrans, que chegam à empresa em razão dos ônibus superlotados que, mesmo sem espaço para mais passageiros, são obrigados a parar nos pontos.

Procurada, a Viação Sambaíba disse que representantes do sindicato da categoria participaram de uma reunião hoje cedo e um acordo colocou fim na paralisação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.