Termina manifestação de metalúrgicos na Avenida Paulista

Cerca de 1.500 trabalhadores fizeram ato reivindicando redução da jornada de trabalho, sem alteração salarial

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

13 de abril de 2010 | 15h00

Terminou por volta das 14 horas desta terça-feira, 13, a manifestação que reuniu cerca de 1.500 metalúrgicos em frente à sede da Fiesp, na Avenida Paulista, em São Paulo. Os trabalhadores reivindicaram redução da jornada de trabalho, sem redução salarial.

 

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), durante o protesto, os trabalhadores e dois carros de som, que saíram em passeata de diferentes lugares da cidade, ocuparam os dois sentidos da Paulista.

 

O protesto foi organizado pelas centrais sindicais. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Estado, a pauta de reivindicação foi entregue à diretoria da Fiesp. A partir desta terça, um grupo de 50 manifestantes deve se revezar 24 horas em um acampamento montado no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.