Termina greve parcial de ônibus em Osasco

Terminou ontem à tarde a greve parcial dos motoristas de ônibus em Osasco, na Grande São Paulo, que havia começado na madrugada. A paralisação de duas das dez linhas que operam na cidade e em sete municípios vizinhos prejudicou cerca de 100 mil pessoas, segundo a prefeitura de Osasco. Em audiência no Tribunal Regional do Trabalho, foi decidido que a categoria terá reajuste salarial de 7% e garantia de emprego por 90 dias, além de outros pontos. Os motoristas reivindicavam reajuste de 15%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.