Tentativa de furtar ave tem processo anulado

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) trancou ação penal contra um homem acusado de tentar furtar uma galinha em Guaxupé (MG). Os ministros aplicaram o princípio da insignificância e reformaram decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Segundo a relatora do habeas corpus, Assusete Magalhães, "a conduta do réu é desproporcional" à imposição de pena de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.