Tentativa de assalto termina com um ladrão morto

Dupla seguiu vítima desde o aeroporto de Cumbica até os Jardins; policial civil presenciou ação e trocou tiros

Ricardo Valota e Fábio Michel Machado, estadao.com.br

28 Março 2009 | 03h31

Dois bandidos seguiram uma vítima desde o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, até o bairro de Cidade Jardim, na zona sul da capital, na noite desta sexta-feira, 27. A dupla trocou tiros com um investigador da polícia e um dos ladrões foi morto.

 

Armados com uma pistola calibre 9mm e ocupando uma Honda Twister preta, Denisson Santiago, 23 anos, e um comparsa seguiram um táxi cujo passageiro era um aposentado, de 68 anos, que havia acabado de chegar de Manaus(AM). A dupla sabia que no porta-malas do táxi estava o laptop da vítima e, no banco traseiro, malas e documentos.

 

Ao serem abordados pela dupla na esquina da Avenida Nove de Julho com a Avenida Cidade Jardim, o taxista e o aposentado não hesitaram e resolveram parar e entregar os objetos aos assaltantes, mas um investigador da Delegacia Geral, que faz segurança para o delegado-geral, em um veículo descaracterizado, testemunhou o assalto e anunciou voz de prisão. Santiago resolveu reagir. Ao atirar contra o policial, foi baleado. O outro bandido fugiu a pé.

 

Mesmo levado para o Hospital das Clínicas, o assaltante baleado não resistiu e morreu. Nada foi levado do aposentado, que saiu ileso. O caso foi registrado no 15º Distrito Policial, do Itaim Bibi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.