Tenente queria matar juíza e culpar colega

O tenente da PM Daniel Benitez tinha a intenção de matar um policial militar e colocar a arma do crime em sua cintura para culpá-lo pela execução da juíza Patrícia Acioli. A informação foi prestada pelo delegado da Polícia Federal Victor César Carvalho dos Santos na 3.ª Vara Criminal de Niterói, durante audiência de instrução do processo sobre o assassinato da magistrada. Segundo o delegado, a PF recebeu uma denúncia informando que o plano de Benitez era executar um PM, também lotado no Batalhão de São Gonçalo. Esse PM, acrescentou Santos, responderia por morte cometida supostamente durante confronto com criminosos.

O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2011 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.