WERTHER SANTANA/ESTADAO
WERTHER SANTANA/ESTADAO

Temporal derruba árvores e causa alagamentos em SP

Chuva foi causada pela combinação de forte calor e a entrada de uma brisa marítima; zonas norte e oeste foram as mais afetadas

O Estado de S. Paulo

22 Fevereiro 2017 | 16h43

SÃO PAULO - Depois de dias secos, a chuva finalmente caiu na cidade de São Paulo na tarde desta quarta-feira, 22. O temporal registrado em algumas áreas da capital provocou pontos de alagamentos e queda de árvores. O Corpo de Bombeiros atendeu 12 ocorrências de pessoas ilhadas. 

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, a zona oeste, as prefeitura regionais de Freguesia do Ó, Pirituba e Casa Verde, na zona norte, e as Marginais do Pinheiros e do Tietê entraram em estado de atenção para alagamentos às 16h25.

Às 17h15, as regiões sudeste e leste de São Paulo também entraram em estado de atenção. Cinco pontos de enchentes eram registrados na cidade por volta das 17h30 - todos eles intransitáveis. 

Na Lapa, por sua vez, foram registrados alagamentos na Avenida Ermano Marchetti, na Rua Jeroaquara e no Viaduto Antártica. Na Sé, a Praça 14 Bis foi tomada pela água. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, já foram registradas 16 ocorrências na cidade envolvendo queda de árvores ou risco de queda. A corporação ainda foi acionada para atender 12 casos de pessoas ilhadas. 

O temporal é causado pela combinação do forte calor e a entrada de uma brisa marítima. Os bairros mais afetados nesta tarde foram Perdizes, Pinheiros, Barra Funda e Lapa, na zona oeste, a Freguesia do Ó, na zona norte.

A previsão é de que a área de instabilidade se desloque para o município de Osasco, na Grande São Paulo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.