Jorge Zanoni
Jorge Zanoni

Temporal destrói galpão e dois hangares de aeroporto no interior

Ventania também derrubou o forro no saguão de entrada do pronto-socorro de Penápolis; ninguém ficou ferido

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

19 Setembro 2018 | 17h50

SOROCABA - Uma chuva forte com rajadas de vento destruiu um galpão e dois hangares, no início da noite desta terça-feira, 18, no Aeroporto Estadual de Penápolis, no interior de São Paulo. A estrada de acesso ao aeroporto, danificada pelo temporal, ficou interditada até a manhã desta quarta-feira, 19, quando foi reaberta.

O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), que administra o terminal, informou que os danos estão sendo recuperados. Conforme o órgão, as operações do aeroporto não chegaram a ser interrompidas.

A ventania também causou a queda do forro no saguão de entrada do pronto-socorro do município. Várias árvores caíram, atingindo carros e a fiação elétrica. Parte da cidade ficou sem energia. Uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ficou alagada durante a forte chuva. Conforme a prefeitura, não houve necessidade de transferir pacientes.

Na região central, as águas do Córrego Maria Chica invadiram casas e estabelecimentos comerciais. O prédio da prefeitura teve salas alagadas. Apesar dos estragos, ninguém ficou ferido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.