Temporal causa transtornos em São Paulo

Chuva derrubou 48 árvores e deixou 15 pontos de alagamento intransitáveis

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

12 Janeiro 2010 | 09h34

Após as fortes chuvas na tarde desta segunda-feira, 11, que provocaram a formação de 58 pontos de alagamentos - entre eles 15 intransitáveis - na capital e em parte da Grande São Paulo, a cidade ainda se recuperava dos transtornos.

 

Com o temporal, 48 árvores caíram em vias públicas, sem deixar feridos. Na manhã de hoje, muitas delas permaneciam ocupando parte da via, segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), mas sem causar congestionamentos, por conta do menor fluxo de veículos durante a manhã.

 

Além das árvores, dois pontos de alagamentos que ainda persistiam atrapalhavam o trânsito. Um deles no sentido Minas Gerais da Rodovia Fernão Dias, perto da Ponte Aricanduva e o outro, próximo dali, na pista local da Marginal do Tietê, sentido Penha, que estava com as faixas da esquerda e da direita ocupadas pelas águas - o tráfego passava pela faixa central da via.

 

Por conta das chuvas, seis semáforos apresentavam problemas na manhã de hoje, três devido à falta de energia. Segundo a AES Eletropaulo, por volta das 9h30 desta terça-feira, 12, trechos de alguns bairros permaneciam sem luz, entre eles na Rua Sargento Geraldo Santana, em Santo Amaro, na zona sul, e trechos de Santana, na zona norte.

 

Segundo a Eletropaulo, técnicos estão trabalhando para restabelecer a energia, que deve voltar às 12 horas. Já na Rua Belchior de Azevedo, no Alto da Lapa, zona oeste, a luz deve voltar por volta das 15 horas. A Eletropaulo não soube informar quantos consumidores foram prejudicados pela falta de luz.

Mais conteúdo sobre:
chuvasSão Pauloalagamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.