Olicio Pelosi/Futura Press
Olicio Pelosi/Futura Press

Temporal causa estragos em Bauru e em Araraquara

Bombeiros resgataram nesta quinta 12 pessoas que subiram no teto de um ônibus que enguiçou debaixo de um viaduto

Sandro Villar , Especial para o Estado

23 de janeiro de 2014 | 13h24

PRESIDENTE PRUDENTE - Doze pessoas foram resgatadas pelos bombeiros depois que um temporal atingiu Bauru, no interior de São Paulo, na manhã desta quinta-feira, 23. Entre os resgatados estavam nove passageiros e o motorista de um ônibus que não conseguiu passar pela Avenida Nações Unidas. Com medo da água, eles subiram no teto do coletivo, enguiçado debaixo de um viaduto. "Retiramos os passageiros e o motorista com botes", resume Mario Augusto Damiati, de 36 anos, tenente do Corpo de Bombeiros, lembrando que o Rio Bauru transbordou e alagou parte do centro da cidade.

Além das pessoas no ônibus, dois ocupantes de um carro também foram resgatados, segundo o tenente, que calcula em 15 o total de veículos danificados pela enchente. Um carro ficou totalmente submerso. Um ônibus foi arrastado e só não caiu no rio porque bateu em uma árvore. Casas foram alagadas. "Recebemos 25 chamadas, foi bastante conturbado", completa Damiati.

Araraquara. Casas alagadas, muros caídos e acidentes marcaram a manhã desta quinta  em Araraquara, no interior paulista, atingida por um temporal que durou cerca de meia hora. "Foi o tempo suficiente para causar estragos", observa Wagner Nicomedis, de 45 anos, sargento do Corpo de Bombeiros.

A água passou por cima de uma ponte e arrastou um carro vazio, que caiu em um córrego. "Carros dentro de garagens também foram danificados", diz o sargento, acrescentando que não está descartada a interdição das casas mais atingidas pela enchente.

Tudo o que sabemos sobre:
ClimaBauruAraraquara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.