Tempo quente e seco mantém crítica qualidade do ar em SP

No sábado, temperatura pode chegar aos 28 graus; no domingo, uma nova frente fria chega à cidade

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

03 de agosto de 2007 | 10h45

O tempo seco e quente nesta sexta-feira, 3, em São Paulo mantém a temperatura elevada e a umidade relativa do ar em níveis críticos. De acordo com a empresa Climatempo, à tarde, a umidade relativa do ar na capital paulista pode chegar a apenas 30% e não há previsão de chuva.   O clima seco também se verifica em Minas Gerais, em toda a região centro-oeste do País, no Tocantins, no oeste da Bahia e no sul do Pará. As queimadas no interior do Brasil aumentam ainda mais o desconforto respiratório.   A última passagem do satélite NOAA-14 registrou 3554 focos de incêndio espalhados pelo País. Mais de 700 focos foram detectados em Mato Grosso, seguidos de outras 657 queimadas no Pará.   O fim de semana em São Paulo deverá continuar seco e quente. No próximo sábado, a máxima pode chegar aos 28 graus. Já no domingo, a passagem de uma frente fria pelo litoral sul provoca nebulosidade naquela área, na capital paulista e na região do Grande ABC, onde inclusive pode garoar.   A máxima deverá chegar aos 23 graus na capital paulista, quando pode começar a esfriar. No entanto, adverte a Climatempo, essa possível queda na temperatura não é nada que se compare ao frio registrado no sábado e domingo passados.   Para se ter uma idéia, desde 1991 não fazia tanto frio em São Paulo em um fim de semana. As temperaturas chegaram a quase zero graus em regiões de serra no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.